Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/20.500.11997/10714
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
OrientadorProfa. Dra. Lucia Maria Velloso de Oliveira-
AutorFiore, Cecilia de Araujo Capetine-
Data de submissão2019-05-28T21:34:54Z-
Data de disponibilização2019-05-28T21:34:54Z-
Data 2019-05-08-
Referência Fiore, Cecilia de Araujo Capetine-
URIhttp://hdl.handle.net/20.500.11997/10714-
ResumoAs mudanças ocorridas com o advento da Revolução Industrial entre meados do século XIX e no início do século XX foram marcadas pela grande imigração italiana para o Continente Americano. A chegada da Revolução Industrial ao campo deixou milhões de camponeses na miséria. Nesse contexto, como o Continente Americano atravessava independência das colônias, abolição do escravismo e o início da Revolução Industrial, sua grande preocupação era substituir a mão de obra “negra e escrava” pela mão de obra “branca e europeia”, dessa maneira os países seriam recolonizados. Para os italianos a única forma de sobreviver era atravessar o Oceano Atlântico e tentar sorte nas Américas em países como Estados Unidos, Argentina e Brasil. A chegada dos italianos ao Brasil gerou uma documentação de extrema relevância histórica. Essa pesquisa analisa a imigração para o estado do Rio de Janeiro a partir dos documentos produzidos pelo registro desses imigrantes: listas de vapores do Porto do Rio de Janeiro e livro de registro de imigrantes da Hospedaria da Ilha das Flores. Assim, essa pesquisa tem como objetivo principal entender a imigração de famílias italianas para o Rio de Janeiro, a partir das listas de vapores e dos livros de registros da Hospedaria da Ilha das Flores, entre os anos de 1888 – 1889. E objetivos específicos: apontar o interesse e intervenções da Monarquia do Brasil em promover a vinda do “imigrante ideal”; analisar as categorias de informações “nome” e “idade” contidos nas listas de vapores com a procedência de Gênova, para observar a imigração de famílias italianas para o Porto do Rio de Janeiro em 1888 – 1889; identificar os destinos de famílias que saíram do Porto de Gênova que chegaram ao Rio de Janeiro, realizando uma reflexão para quais estados brasileiros migraram após saírem da Ilha das Flores; identificar as espécie e os tipos documentais de documentos gerados à partir da chegada dos italianos no Estado do Rio de Janeiro; e reconhecer segundo a estatística o aumento da imigração italiana nos anos 1885- 1889.-
IdiomaPortuguês-
AssuntoItalianos – Rio de Janeiro (Estado)-
AssuntoImigrantes – Rio de Janeiro (Estado)-
AssuntoLista de vapores e livros de registros-
Palavras-chaveImigração Italiana para o Rio de Janeiro-
Palavras-chaveListas de vapores-
Palavras-chaveLivro de registros dos imigrantes-
Palavras-chaveHospedaria da Ilha das Flores-
Palavras-chaveTipologia Documental-
Título De Gênova para o Rio de Janeiro: as listas de vapores e os livros de registros dos imigrantes da Hospedaria da Ilha das Flores (1888-1889)pt_BR
Tipo Dissertação-
Membros de bancaProfa. Dra. Lucia Maria Velloso de Oliveira (Orientadora) - Fundação Casa de Rui Barbosa; Prof. Dr. Charles Gomes - Fundação Casa de Rui Barbosa; Profa. Dra. Natalia Bolfarini Tognoli - Universidade Federal Fluminense-
InstituiçãoFundação Casa de Rui Barbosa-
Titulação acadêmicaMestra em memória e acervos-
Data de defesa2019-03-12-
Local de defesaRio de Janeiro (RJ)-
AbstractThe changes occurred with the advent of the Industrial Revolution during mid-19th and early 20th centuries were marked by a great italian immigration to the American Continents. The beginning of de Industrial Revolution in the countryside caused millions of peasants to become miserable. In this context, as the American Continent was going through the process of independence of the colonies, abolition of slavery and the beginning of the Industrial Revolution, its major concern was to replace the slave labor by white and european labor. Therefore the countries would be recolonized. For the italians, the only way to survive was to cross the Atlantic Ocean and try their luck in the Americas, in countries like the United States, Argentina and Brazil. The arrival of the italians to Brasil generated a documentation of extreme relevance to history and archival science. This research analyzes the immigration to the State of Rio de Janeiro through the documents created from the records of those immigrants: the passenger list of Rio de Janeiro's Port and the books of immigrant records from the Inn on the Island of Flowers. Thus, this research has as main objective to understand the immigration of italian families to Rio de Janeiro during the years of 1888 – 1889, and as specific objectives: pointing out the interests and assistance given by theBrazilian Empire to promote the arrival of the “ideal immigrant”; reviewing the categories of information “name” and “age” contained in the passenger lists coming from Genoa, to observe the immigration of italian families to Rio de Janeiro's Port in 1888 – 1889; identifying the destinations of the families that left Genoa's Port and arrived in Rio de Janeiro, making considerations aboutto which Brazilian states these italians migrated after leaving Flores Island; identifying the species and the documentary type in the passenger lists and in the record books; and recognizing,according to statistics, the increase of italian immigration during the years 1885-1889.-
KeywordsItalian immigration to Rio de Janeiro-
KeywordsLists of vapours-
KeywordsBooks of records of immigrants-
KeywordsGuest House on the Island of Flowers-
KeywordsDocumentary Typology-
ProgramaPrograma de pós-graduação em memória e acervos-
Appears in Collections:2017

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
VERSÃO FINAL - 2017 - Cecilia de Araujo Capetine.pdf3,44 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.