Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/20.500.11997/10724
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
OrientadorProfa. Dra. Lia Calabre de Azevedo-
AutorVaz, Luiz Augusto da Rocha-
Data de submissão2019-05-29T18:42:15Z-
Data de disponibilização2019-05-29T18:42:15Z-
Data 2019-05-09-
Referência Vaz, Luiz Augusto da Rocha-
URIhttp://hdl.handle.net/20.500.11997/10724-
ResumoEste trabalho apresenta uma cartografia de cinco Casas Suburbanas de Arte, Cultura e Memória localizadas na Zona Oeste da cidade do Rio de Janeiro. Implantadas de maneira autônoma, aproveitando dependências de antigas residências. Por empenho comunitário, a partir dos anos 2000, estes espaços passaram a desenvolver iniciativas e processos museais como reação ao quadro de abandono e desertificação cultural, atuando na reativação sociocultural e da formação de um quadro social de memória destas regiões afastadas do centro administrativo e cultural do município e configurando uma nova rota de museologia da cidade, pesquisada aqui na perspectiva da sociomuseologia ou museologia social. Para atingir o objetivo da análise cartográfica proposta como produto, o trabalho descreve nos seus primeiros capítulos: alvoreceres e ocasos da vida sociocultural desta parte da cidade, motivados ora por omissão, ora por ação das políticas de gestões públicas da cidade e a agência comunitária com suas políticas de cultura promovidas por artistas, grupos e coletivos que compõem o ativismo artístico cultural autóctone desta região. Para isso se vale de pesquisa historiográfica, entrevistas pré-estruturadas com pessoas ligadas à mediação cultural e ao mecenato nesta região. Por fim como resultado da cartografia pretende-se depreender informações sobre a gênese dessas Casas Suburbanas de Arte, Cultura, Memória e Política: O que há de comum nas suas formações e atuações, como enfrentam suas questões idiossincráticas e também dados particulares da experiência sensível de cada espaço analisado no mapa, o que poderá atestar o papel da memória, da cultura e da arte na luta pela garantia do direito à cidade.-
IdiomaPortuguês-
AssuntoCasas Suburbanas de Arte, Cultura e Memória – Zona Oeste (RJ)-
AssuntoMuseologia-
AssuntoPolítica pública-
AssuntoCartografia-
Palavras-chaveZona Oeste (RJ)-
Palavras-chaveMemória-
Palavras-chaveMuseologia Social-
Palavras-chavePolítica Cultural-
Título Zona Oeste do Rio. Ocasos e alvoreceres. Um estudo sobre Cultura, Memória e Cidade.pt_BR
Tipo Dissertação-
Membros de bancaProfa. Dra. Lia Calabre de Azevedo (Orientadora) - Fundação Casa de Rui Barbosa; Profa. Dra. Flora Süssekind - Fundação Casa de Rui Barbosa; Prof. Dr. Mário de Souza Chagas - Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro.-
InstituiçãoFundação Casa de Rui Barbosa-
Titulação acadêmicaMestre em memória e acervos-
Data de defesa2019-03-15-
Local de defesaRio de Janeiro (RJ)-
AbstractThis work presents cartography of five Suburban Houses of Art, Culture and Memory located in the West Zone of the city of Rio de Janeiro. Created autonomously, taking advantage of dependencies of old residences. As a result of the community's efforts, starting in the 2000‘s, these spaces began to develop initiatives and museological processes as a reaction to the abandonment framework and cultural desertification, acting in the socio-cultural reactivation and the formation of a social memory structure of these regions far from the administrative and cultural center of the city and setting up a new route of museology of the city, researched here from the perspective of sociomuseology or social museology. In order to reach the objective of the cartographic analysis proposed as a product, the work describes in its first chapters: dawns and sunsets of the socio-cultural life of this part of the city, motivated sometimes by omission, sometimes by the public management policies of the city and the community agency with its culture policies promoted by artists, groups and collectives that make up the autochthonous cultural activism of this region. For this, it uses historiographical research, pre-structured interviews with people linked to cultural mediation and patronage in this region. Finally, as a result of the cartography, it is intended to understand information on the genesis of these Community spaces of art, culture and memory, which is common in their formations and performances, how they deal with their idiosyncratic questions, and also with particular data on the sensitive experience of each space analyzed on the map, which can demonstrate to the role of memory, culture and art in the struggle for the guarantee of the right to the city.-
KeywordsMemory-
KeywordsSocial Museology-
KeywordsCultural policy-
ProgramaPrograma de pós-graduação em memória e acervos-
Appears in Collections:2017

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
VERSÃO FINAL - 2017 - Luiz Vaz.pdf4,93 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.